Primeiros passos para tirar a habilitação

Está pensando em tirar sua CNH e quer saber os primeiros passos para tirar a habilitação? Neste texto vamos fazer a explicação do processo.

Em primeiro lugar, é preciso ponderar se você está apto para tirar a Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

O Art. 140 do Código de Trânsito Brasileiro prevê que para se habilitar como motorista é preciso:

  1. Ser, obrigatoriamente, maior de 18 anos e penalmente imputável, isto é poder responder de acordo com a legislação vigente em nosso país penalmente por seus atos;
  2. Saber ler e escrever;
  • Ter RG ou documento de identificação equivalente.

Se estiver de acordo com essas exigências do CTB, é possível iniciar o processo de primeira habilitação para as categorias A (motocicletas), B (veículos até 3.500 quilos) ou AB (carro e moto).

As etapas para tirar a CNH


A seguir, confira os primeiros passos para tirar habilitação:

Passo 1: Fazendo uma pesquisa em autoescolas

Quando você vai gastar para tirar a CNH depende muito da autoescola escolhida. Assim, vale a pena pesquisar bastante sobre os valores e condições de pagamento de diversos Centros de Formações de Condutores (CFCs) de sua cidade.

Em geral, o valor a ser gasto para tirar a CNH na categoria A ou B varia de R$ 800, 00 a R$ 1500,00. Já para se habilitar para as categorias A e B juntas, o valor médio é de R$ 1.000,00 a R$ 1.900,00.

O valor também varia de acordo com as taxas do Departamento Estadual de Trânsito (DETRAN) de cada estado.

Passo 2: Iniciando o processo de primeira habilitação

Já sabendo qual autoescola vai fazer, é preciso dar entrada no processo de habilitação no DETRAN ou órgão equivalente em sua cidade.

Na maioria dos estados, esse processo pode também ser feito pela internet, onde o candidato emite os boletos referentes aos exames clínicos necessários para tirar a CNH.

Passo 3: Apresentação dos documentos

Após fazer o pagamento das taxas, é necessário agendar um horário no DETRAN para apresentar os originais e cópia do documento de identificação oficial com foto (RG, carteira de trabalho, passaporte ou certificado de reservista), CPF e comprovante de residência recente (com até 90 dias de emissão).

Em alguns estados, pede-se também uma foto 3×4 também ou ainda o motorista faz a coleta biométrica para seu cadastro.

Passo 4: Os exames

Após apresentar os documentos no DETRAN, a próxima etapa é fazer os exames de aptidão física e avaliação psicológica, que devem ser realizados em uma clínica credenciada do DETRAN.

Passo 5: Curso teórico para motoristas

Se o candidato receber o laudo de aptidão nos exames, pode iniciar o curso teórico na autoescola.

Este curso possui a carga horária de 45 horas/ aulas.

Passo 6: Prova teórica

Ao concluir o curso, o candidato tem seus conhecimentos testados em um exame teórico com questões de múltipla escolha. O teste precisa ter no mínimo 30 questões.

Para ser aprovado, o futuro motorista deve acertar pelo menos 70% da prova (21 questões).

Passo 7: Aulas práticas

Ao ser aprovado na parte teórica, inicia-se a fase prática em que o aluno vai realmente aprender a dirigir.

Para a categoria B a carga horária de aulas práticas é de 25 horas/ aula, sendo 4 horas/ aula em período noturno e 5 horas/ aula no simulado de direção veicular. Para a categoria A o exigido é 20 horas/ aula de direção veicular (não há prática no simulador).

Para ir para a prática de rua, o candidato recebe a Licença de Aprendizagem de Direção Veicular (LADV).

Para quem vai se habilitar na Categoria B, a LADV é concedida após o cumprimento da carga horária no simulador.

Passo 8: Exame prático

Ao fazer todas as aulas exigidas, o candidato está apto para marcar o exame prático.

Esta costuma ser a parte que deixa os alunos mais tensos. Contudo, em caso de reprovação, é possível repetir o exame depois de 15 dias.

Aprovado nesta etapa, o motorista recebe a Permissão Para Dirigir (PPD), com validade de um ano.

Enquanto está com a PPD, não pode cometer infrações de natureza grave, gravíssima ou mais de uma infração média. Se isso ocorrer, vai ser necessário iniciar novamente todo o processo de habilitação.

Esses são os primeiros passos para tirar a habilitação. O nosso conselho é que este processo seja encarado com muita seriedade e responsabilidade, já que essa base é essencial para você se tornar um ótimo motorista.

Vale a pena ler também: