O que levar no dia da prova prática do DETRAN?

A prova prática do Departamento Estadual de Trânsito é certamente um dos momentos de maior tensão para os condutores. Se você está em dúvida de o que levar no dia da prova prática do DETRAN, primeiramente, é imprescindível não esquecer o documento de identificação.

A prova é uma análise de suas habilidades para dirigir efetivamente. Assim, é essencial mostrar segurança e tranquilidade.

Recomendamos que em todas as etapas do exame do DETRAN o candidato chegue com antecedência. Fazer isso, evita algum tipo de contratempo, como trânsito intenso, que impeça você de chegar ao local. Ao chegar no local, desligue o celular para manter a atenção somente no exame.

Outra dica importante é não ir de bermuda, camiseta, chinelo ou saia/ vestido muito curtos. Isso porque, há autoridades mais conservadoras que podem até mesmo impedir de você de fazer a prova. Para não ter prolemas e passar por constrangimentos, o ideal é ir com uma roupa que seja adequada para repartições públicas e também básica e confortável.

É bom levar também uma garrafa com água que ajuda a acalmar caso você se sinta nervoso com o processo. Ademais, vá para prova bem alimentado, pois a fome faz com que o corpo entre um processo de economia de energia, o que pode atrapalhar suas habilidades e capacidade de concentração.

Como estar preparado para o exame prático do DETRAN

A prova prática para a formação de motoristas é realizada após o cumprimento da carga horária das 25 horas/ aula do curso de direção defensiva. Caso você não se sinta preparado para o exame, é possível pagar para o instrutor mais horas/ aulas.

Para a Categoria B, ou seja, veículos automotivos de até 3.500 quilos, o exame se divide em dias etapas: baliza e deslocamento em via pública.

O que levar no dia da prova prática do DETRAN?

Na primeira parte do exame, o candidato vai ter três tentativas para estacionar o veículo em uma área demarcada por balizas removíveis.

Caso seja aprovado nessa etapa, o candidato vai para a tua acompanhado do instrutor para que o mesmo analise as habilidades de direção.

O que não fazer no exame prático de direção

Pequenos erros podem levar reprovação no processo de retirada da Carteira Nacional de Habilitação (CNH). Confira uma lista do que não fazer no seu exame:

1. Não usar o cinto: A primeira coisa a ser feita quando você entrar no carro é colocar o cinto de segurança. Caso não faça isso, há a marcação de falta gravíssima com a perda de três pontos (vale lembrar que se ultrapassar essa pontuação o candidato é eliminado);

2. Deixar o carro morrer: Se isso ocorrer o instrutor vai considerar que você é um motorista com habilidades limitadas e inseguro. Assim, tenha cuidado com os metais e mantenha o controle do veículo para que ele não morra. Essa situação também se constitui em uma falta grave;

3. Desobedecer a sinalização: é preciso estar com a atenção redobrada nas indicações do semáforo e placas de trânsito. Caso se descuide, esta é uma falta eliminatória que gera reprovação imediata;

4. Não ouvir o que o instrutor diz: O percurso vai ser decidido pelo instrutor. Assim, esteja atendo as indicações que dá. Fazer algo contrário demonstra nervosismo;

5. Não sinalizar em manobras: a sinalização é uma forma de manter o trânsito seguro. Não dar sinal em uma manobra é considerado infração grave;

6. Não dar preferência ao pedestre: Sempre dê preferência ao pedestre, mesmo quando ele ainda não atravessou a faixa e o sinal já abriu. Esta também é uma falta grave;

7. Descuidar do pé na embreagem: É preciso prestar muita atenção com o pedal da embreagem. Mas, não é recomendado ficar com o pé sempre no pedal. Ficar com o pé apoiado neste pedal é considerado uma falta leve.

Agora que você já sabe o que levar no dia da prova prática do DETRAN e quais as principais recomendações do que não fazer no exame, a nossa recomendação é muito treinamento e atenção para a realização do exame. Estude as faltas eliminatórias para não correr o risco de cometer algo que pode ser causa de sua reprovação. Boa sorte!