Sinais de trânsito e seus significados

Todo motorista precisa conhecer os sinais de trânsito e seus significados. Neste texto vamos falar sobre isso.

A partir da sinalização de trânsito é possível transmitir ao condutor mensagens que são passadas por legendas e/ou símbolos conhecidos anteriormente e legalmente definidos.

O objetivo da sinalização é manter a ordem e segurança do fluxo de trânsito, já que orienta, adverte, regula informa e controla a circulação de pedestre e veículos pelas vias.

Os tipos de sinais de trânsito e seus significados mais presentes são:

  • Placas de sinalização: Sinalização vertical que estão normalmente localizadas suspensas sobre a via ou na parte lateral;
  • Faixa de pedestre: Sinalização horizontal que busca garantir a segurança dos pedestres no momento de atravessar a rua;
  • Semáforo: Sinalização luminosa, onde vermelho significa parada obrigatória, amarelo atenção e redução da velocidade e verde passagem livre. Tem por objetivo fazer o controle do tráfego de veículos e de pedestre;
  • Apitos: sinalização sonora dos agentes de trânsito com o objetivo de passar mensagens aos motoristas. Há ainda a sinalização sonora que possui como função auxiliar os deficientes visuais na travessia de vias. Veja a seguir o significado dos apitos dos agentes de trânsito;

  • Gestos do agente de trânsito: Sinalização gestual que possui significados e devem ser obedecidos;

  • Gestos do condutor;

  • Cones e cavaletes: dispositivos auxiliares de sinalização que podem indicar impedimentos na via.

As categorias das placas de trânsito


As placas de trânsito são divididos em 7 categorias, que se diferenciam pela cor e forma. São elas:

1. Placas de regulamentação

Placas usadas para fazer a regulação e indicar ao motorista obrigações, limitações e proibições.

Essas placas são vermelhas, com fundo branco e formato redondo.  As exceções são a placa de “Parada Obrigatória”, que possui o formato de hexágono e possui o fundo vermelho e a placa de “Dê a Preferência”, que possui a forma de um triângulo invertido.

Não obedecer essa sinalização se constitui em infração com punição ao condutor de acordo com o estabelecido no Código de Trânsito Brasileiro (CTB).

2. Placas de advertência

Estas placas alertam o condutor sobre possíveis perigos na via.

A sinalização de advertência não é de caráter punitivo e possui a forma quadrada com fundo amarelo, sendo colocadas na forma diagonal.

3. Placas de indicação

A sinalização de indicação possui o objetivo de orientar o motorista sobre seu local ou destino.

As placas de fundo azul indicam a localização enquanto que as de fundo verde que usam setas e indicação dos kms indicam o destino.

4. Placas de sinalização de obras

Essas placas informam ao condutor a aproximação de obras na via.

A maioria delas são quadradas e colocadas na diagonal. O fundo é amarelo amarelo escuro com letras pretas. Há, entretanto, quatro placas que indicam desvios que possuem o formato retangular e é possível encontrar placas em formato de quadrado em diagonal e com uma outra retangular em baixo.

5. Placas de sinalização educativa

Esta sinalização tem por objetivo conscientizar o condutor em relação ao comportamento adequado e seguro no trânsito.

As placas são em formato retangulares com o fundo branco e letras pretas.

6. Placas de serviços auxiliares

Esta sinalização orienta e informa os condutores dos locais onde é possível dispor de serviços indicados, como restaurantes, hospitais, ponto de parada de ônibus, postos de gasolina e etc.

As placas possuem formato retangular e fundo azul e possuem o símbolo do serviço disponível.

7. Placas de sinalização de atrativo turístico

A sinalização de atrativo turístico indica às atrações de turismo local. As placas possuem o fundo marrom com letraa brancas e podem indicar a atração turística por meio do nome e símbolo que representa o local.

É possível ainda que esta orientação seja feita a partir de kms e setas.

Agora que você já sabe sobre os sinais de trânsito e seus significados, fique atento à sinalização para consudir com segurança e respeitando as legislações de trânsito vigente.

Vale a pena ler também: