Segunda via do documento do veículo: Quanto custa? Como fazer?

Você por algum motivo perdeu o CRLV de seu carro? Neste texto vamos ensinar como fazer para tirar a segunda via do documento do veículo.

Perder o Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV) impede a circulação do veículo até que um novo documento seja emitido.

O primeiro passo a se fazer ao perder o CRLV é fazer o registro de um Boletim de Ocorrência (BO) informando o extravio do documento.

Esse cuidado resguarda o proprietário do veículo do documento perdido seja usado por outras pessoas e/ou para fraudes.

Contudo, ainda que o B.O seja feito, este registro não substitui o documento perdido.  Ou seja, não é possível circular com o Boletim de Ocorrência enquanto a segunda via não é emitida.

Muitas pessoas pensam que o Certificado de Registro de Veículo (CRV) pode ser usado no lugar do CRLV.

Porém, também não pode, já que este documento atesta somente a propriedade do veículo e não diz se o mesmo está em condições de rodar.

segunda via do documento do veículo

Como tirar a segunda via do CRLV


O proprietário pode solicitar a segunda via do documento do veículo (CRLV) em um posto de atendimento do Departamento Estadual de Trânsito (DETRAN).

Para isso, é obrigatório que o veículo não tenha nenhum tipo de débito em relação à taxa de licenciamento, Imposto Sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA), Seguro Obrigatório e multas.

Em muitos estados, essa solicitação pode ser feita pelo site do DETRAN. Para isso, é preciso que se tenha a numeração da Placa, RENAVAM, Chassi, CRV e CPF/ CNPJ do proprietário.

Quando custa emitir a segunda via do documento do veículo


A segunda via do CRLV é emitida diante de uma taxa, que varia de acordo com cada DETRAN.

No DETRAN do Rio grande do Sul, esta taxa é de R$ 104,33. Já no DETRAN do Rio de Janeiro é de R$ 139,30. Em Minas Gerais, este serviço é mais barato, custando R$ 26,01.

Sabendo disso, o ideal é consultar no site do DETRAN do seu Estado quanto custa esta taxa.

Qual a penalidade para dirigir sem CRLV


De acordo com o artigo 133 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB) é obrigatório o porte do CRLV ao dirigir.

Contudo, segundo a Lei Nº 13.281/2016, o porte do CRLV pode ser dispensado se no momento da fiscalização for possível ter acesso ao sistema informatizado para fazer a verificação se o veículo está licenciado.

Isto quer dizer, que há a possibilidade do motorista não ser autuado, mas caso a autoridade de trânsito não consiga acessar o sistema para fazer a verificação do licenciamento, o motorista será autuado.

Por isso, na dúvida, o ideal é sempre portar o CRLV para evitar qualquer problema.

Se o motorista for parado em uma blitz sem o CRLV, de acordo com o artigo 232 do CTB, conduzir veículo sem os documentos de porte obrigatório é considerado infração leve.

A penalidade para este tipo de infração é multa de R$ 88, 38, adição três pontos na CNH e como medida administrativa a retenção do veículo até a apresentação do documento.

Agora que você já sabe como tirar a segunda via do documento do veículo, é essencial que se você perder o CRLV não sair com o veículo enquanto outro documento não for emitido, já que, como vimos, este é o documento que concede a livre circulação do veículo.

Além da multa que é penalidade da infração, se o veículo for retido por causa da documentação, o proprietário terá custos com o guincho e as diárias cobradas pelo dia que o veículo ficar no depósito.

Por isso, você vai economizar mais se andar de transporte público ou pedir um táxi ou carro de aplicativo durante o período necessário para a emissão da segunda via do CRLV.

Vale a pena ler também: