Quanto custa para emplacar uma moto? Dicas de como emplacar

O emplacamento da moto nada mais é do que registrar a sua moto no Banco de Dados do estado, emitindo um certificado de registro de veículo chamado CRV, este é conhecido como recibo de compra e venda juntamente com o documento do licenciamento CRLV.

Existem dois principais métodos para fazer o emplacamento de uma moto, primeiro, você pode procurar um despachante que intermedia e faz o serviço, ou ir pessoalmente no Detran de seu estado.

Neste artigo você verá um passo a passo detalhado de como você pode fazer o emplacamento de sua moto.

Emplacamento da moto pelo Detran


Na maioria dos estados o atendimento é feito por meio de agendamento prévio, então é necessário acessar o site do Detran de seu estado e verifique se existe a possibilidade de fazer o agendamento pelo site.

Se não sabe ainda qual é o site do Detran de seu estado, acesse o link do site do Detran que exibe a lista completa de todos os sites do Detran em todos os estados brasileiros. http://www.denatran.gov.br/links.htm

O primeiro emplacamento pode e deve ser feito pelo dono da moto, porém caso não haja a possibilidade de comparecer para o emplacamento, é possível enviar um procurador no seu lugar, o modelo de procuração é simples e pode ser obtido no próprio site do Detran de seu estado.

Vale ressaltar que o emplacamento da moto é extremamente importante, o prazo para fazer o emplacamento é de até 15 dias corridos após a emissão da nota, pois sem o emplacamento a moto estará trafegando em situação ilegal e sujeita a multa. Então veja o passo a passo de como emplacar a sua moto.

Leia também: Bicicleta elétrica precisa de habilitação?

quanto custa para emplacar uma moto

Passo a passo para emplacar a sua moto


1 º – Primeiro faça o agendamento do atendimento como já foi dito anteriormente, acessando o site do Detran do seu estado. No dia em que foi agendado, você deverá levar a nota fiscal emitida pela montadora ou revendedora onde comprou a moto, certifique-se de levar a nota fiscal original junto com a cópia.

– Leve também o termo de constatação que é fornecido pelas concessionárias autorizadas ou o laudo de vistoria do veículo que é emitido pelo Detran.

– Os documentos de identificação pessoal devem ser levados tanto originais quanto cópias, estando todos em bom estado. Caso seus documentos não estejam nas condições aceitáveis, será necessário emitir uma nova via do documento antes de iniciar o processo de emplacamento.

Ainda assim, é possível usar outros documentos de identificação pessoal além da Carteira de Identidade como:

  • Carteira do conselho de classe profissional;
  • Carteira de trabalho – CTPS;
  • Passaporte;
  • Qualquer outro documento público com fotografia com no máximo de 5 anos passados e que permita a identificação visual do indivíduo.

Em caso de pessoas jurídicas, os documentos exigidos são outros:

  • Cartão do CNPJ;
  • Contrato social ou Estatuto da instituição, juntamente com a ata de nomeação da diretoria, sendo original e cópia do documento;
  • Comprovante de endereço original e cópia no nome da empresa ou da instituição que representa.

Depois de apresentar todos os documentos exigidos no Detran, sua moto já estará cadastrada no sistema do Detran, após isso você receberá um boleto com as devidas taxas a serem pagas pelo procedimento. O valor varia de acordo com a região. Caso queira consultar previamente o valor do emplacamento da moto, basta entrar no site do Detran de sua região e verificar.

Com a moto cadastrada no sistema, basta pagar a taxa do emplacamento cobrada no boleto e apresentar o comprovante ao atendente, em seguida você receberá um documento autorizando o comparecimento no local para emplacar a moto já com o devido número de placa. Em algumas cidades, o procedimento pode ser diferente, e o emplacamento é feito no próprio Detran.

como emplacar moto

Emplacamento de moto pelo Despachante


Fazer o emplacamento da moto através do Despachante é para quem não possui algum tempo livre para se dedicar ao emplacamento pelo processo comum no Detran. É necessário fazer primeiro uma cotação, pois o valor varia de acordo com o estabelecimento que oferece o serviço.

Depois de escolher qual empresa irá lhe representar, você precisará apresentar os devidos documentos:

  • Cópia da Nota Fiscal emitida pela montadora;
  • Nota Fiscal original da Concessionária;
  • Decalque de chassi, geralmente é entregue no kit despachante ao retirar o veículo;
  • Cópia do Comprovante de residência;
  • Cópia do RG ou da CNH.

O valor cobrado costuma ficar um pouco maior do que levando a moto ao estabelecimento, porque um lacrador oficializado pelo Detran terá que ir até o local onde se encontra a moto para fazer o emplacamento da mesma, deixando pronto para uso. Sendo assim essa opção vale muito para aqueles que não possuem tempo de comparecer ao Detran.

Leia também: Segunda via da habilitação

Quanto custa fazer emplacamento da moto?


Como já foi dito anteriormente, o preço varia de acordo com o órgão que for fazer o emplacamento, sendo um pouco mais barato diretamente no Detran e um pouco mais caro se for diretamente no Despachante.  Todavia o preço costuma girar em torno de R$ 150 a R$ 250 Reais.

Vale ressaltar que para fazer o emplacamento de uma moto 0Km, é preciso ter pago todos os débitos da mesma, sendo o IPVA, DPVAT e o Licenciamento, o Licenciamento precisa ser pago para que seja emitido o documento do ano.

Agora que você aprendeu quanto custa para emplacar uma moto e como funciona esse processo de emplacamento, ficou muito mais fácil emplacar sua moto sem burocracia, indo direto ao que interessa.

Vale a pena ler também: