O que é DUT?

Você vai comprar ou vender um carro e está em dúvida sobre a documentação, neste texto iremos falar sobre o que é DUT.

O Documento Único de Transferência (DUT) é a mesma coisa que o Certificado de Registro de Veículos (CRV). O termo DUT é mais popular entre as pessoas mais velhas, pois até 1985 era usado somente este termo.

Contudo, com a implementação do Registro Nacional do Veículo (RENAVAM), que é por onde é possível saber todo o histórico do veículo, desde a sua fabricação até o descarte, o DUT passou a ser chamado de CRV.

Ou seja, na prática, o DUT deixou de existir e deu lugar ao CRV, que é um documento que só precisa ser renovado quando há mudança de proprietário ou quando o carro sofre modificação.

O que é o CRV?


o que é DUT

O CRV (antigo DUT) é emitido no primeiro emplacamento do veículo. Desse modo, todas as características do veículo vão ficar registradas neste documento.

Qualquer mudança como cor, alteração de molas convencionais por esportivas e entre outras, devem ser comunicadas ao Departamento Nacional de Trânsito (DETRAN) para que seja homologada a alteração no CRV.

Na hora da venda do veículo vai ser obrigatória a apresentação do CRV para que o veículo fique legalizado com as alterações e que conste as informações do novo proprietário.

Como preencher o CRV com os dados do novo proprietário?


O CRV precisa ser preenchido com muito cuidado com os dados do novo proprietário no momento da venda do veículo. O espaço para colocar esses dados, fica no verso do documento.

No documento, é preciso ter o nome completo do comprador, endereço, local, data, números do CPF e RG e as assinaturas tanto de quem comprou quanto de quem vendeu.

É preciso atentar para o preenchimento correto da data da transferência do veículo e também providenciar o reconhecimento da firma em cartório para o reconhecimento legal da transação.

Após fazer uma cópia autenticada do documento, o novo proprietário precisa levá-lo ao DETRAN de sua cidade para finalizar o procedimento em um prazo de até 30 dias.

Não consolidar a transferência no prazo estipulado é considerado uma infração grave, com a adição de cinco pontos na CNH e multa de R$ 195,23.

Qual a diferença entre CRV e CRLV?


Muitas pessoas confundem o CRV com o Certificado de Registro e Licenciamento de Veículos (CRLV), que nada mais é do que o licenciamento do veículo que legaliza a circulação do mesmo.

O licenciamento é liberado após ser feito o pagamento de taxas e valores relacionados ao seguro obrigatório, IPVA, multas (caso haja alguma pendente), impostos e tributos estaduais e a taxa de renovação do licenciamento para a emissão do CRLV.

Após a quitação de todos os valores, o documento é enviado diretamente à residência do proprietário.

O CRLV se diferencia do CRV pelo fato de ser emitido anualmente. Já o CRV se mantém por toda a vida útil do veículo.

Quais documentos preciso ter ao dirigir?


Agora que você sabe o que é DUT e que este documento agora é mais conhecido como CRV, surge outra dúvida: Quais os documentos são obrigatórios manter no carro?

Como o CRV é um documento que acompanha o veículo por toda sua vida útil e contêm informações bem específicas do mesmo, o ideal é você mantê-lo guardado em um local seguro.

Mas, de acordo com o Código de Trânsito Brasileiro (CTB), é imprescindível andar com o CRLV e o Certificado original de Licenciamento Anual (CLA). Além, é claro, da CNH ou Permissão para Dirigir (PPD).

No caso do motorista ser autuado dirigindo sem CRV, o veículo é apreendido e é aplicada uma infração de natureza leve com a adição de 3 pontos da carteira e multa de R$ 88,38.

Conseguimos tirar suas dúvidas sobre o que é DUT? É importante que todos os motoristas tenham conhecimento sobre o que diz respeito cada documento para estar consciente de seus direitos e deveres.

Vale a pena ler também: