Não consigo passar na prova prática do DETRAN: o que fazer?

Por que não consigo passar na prova prática do DETRAN? Certamente esse é o questionamento de muitas pessoas que desejam tirar a Carteira Nacional de Habilitação (CNH), mas estão com dificuldades na última etapa do processo. Para ser aprovado, é essencial ter domínio do conteúdo do curso e também estar atendo para as faltas que eliminam.

Passar na prova prática do Departamento Estadual de Trânsito (DETRAN) não tem uma fórmula mágica. Contudo, este exame costuma ser o mais temido pelos candidatos. Não à toa, há pessoas que chegam a repetir até mais de cinco vezes para conseguir aprovação.

Na prova prática, o avaliador vai levar em consideração não só a habilidade mas também o preparo psicológico do futuro motorista. Este é o momento que o aluno tem para mostrar tudo que aprendeu no curso de formação de condutores.

Como é a prova prática do DETRAN

Basicamente, a avaliação se divide em duas fases, que é o estacionamento (baliza) e o deslocamento em via pública.

Na primeira fase, o candidato possui três chances de estacionar o veículo em uma área delimitada por balizas removíveis. O tempo para essa atividade costuma ser de 2 a 5 minutos.

Não consigo passar na prova prática do DETRAN.

Caso não cometa faltas eliminatórias nessa etapa, o candidato vai para o deslocamento na rua, onde o avaliador vai analisar os conhecimentos de circulação, conduta e respeitos às leis de trânsito.

O que reprova na prova prática para a categoria B e por que não consigo passar na prova prática do DETRAN

A planilha usada para o exame de avaliação está de acordo com a Resolução 168 do Conselho Nacional de Trânsito (CONTRAN) e prevê que:

  • Falta eliminatória: reprovação;
  • Falta grave: 3 pontos negativos;
  • Falta média: 2 pontos negativos;
  • Falta leve: 1 ponto negativo.

O candidato não pode cometer mais de 3 pontos negativos. Assim, o que pode ocorrer é cometer uma falta grave, uma falta média e uma leve, ou três faltas leves.

Faltas eliminatórias que fazem reprovar na prova do DETRAN

Essas faltas são as mais graves e reprovam o candidato de imediato. Veja quais são:

  • Não colocar o veículo na área estabelecida pela baliza no máximo de três tentativas ou no tempo estabelecido;
  • Desobedecer o semáforo ou parada obrigatória;
  • Subir o meio fio;
  • Avançar sobre as balizas usadas para demarcar ao estacionar o veículo na vaga;
  • Transitar em contramão da direção;
  • Não completar todas as etapas do exame;
  • Avançar a via preferencial;
  • Provocar um acidente enquanto o exame está sendo realizado;
  • Exceder a velocidade regulamentada na via;
  • Cometer uma infração de trânsito enquadrada na natureza gravíssima.

Saiba quais as faltas graves

Se você cometer uma dessas faltas durante o exame não vai poder cometer nenhuma outra. São elas:

  • Desobedecer a sinalização da via ou o agente de trânsito autorizado;
  • Não observar as regras de ultrapassagem ou mudança de direção;
  • Não dá preferência de passagem ao pedestre que esteja atravessando uma via transversal ou quando não concluiu a travessia da faixa;
  • Manter a porta do veículo aberta ou semiaberta durante ou percurso ou parte dele;
  • Não sinalizar com antecedência ou sinalizar de forma incorreta;
  • Não usar cinto de segurança;
  • Perder o controle da direção do veículo em movimento;
  • Cometer infração de natureza grave durante o percurso.

Faltas de natureza média

As faltas médias são aquelas que causam a perda de dois pontos. São elas:

  • Executar o percurso da prova (todo o parte dele) sem estar com o freio de mão inteiramente livre;
  • Trafegar em velocidade inadequada para as condições adversas do local, em relação à circulação, veículo e/ ou clima;
  • Interromper o funcionamento do motor sem razão justificável após o início da prova;
  • Fazer a conversão de forma incorreta;
  • Usar buzinas sem necessidade em local proibido;
  • Desengrenar o veículo nos declives;
  • Colocar o veículo em movimento sem observar os cuidados necessários;
  • Usar o pedal da embreagem antes de usar o pedal no freio quando for fazer uma frenagem;
  • Fazer curvas com engrenagem e tração do veículo em ponto neutro;
  • Usar as machas ou engrenagens de forma incorreta;
  • Cometer qualquer infração de trânsito que se enquadre na natureza média.

Faltas consideradas leves

As faltas leves são aquelas que acarretam a perda de menor pontuação. São elas:

  • Fazer movimentos irregulares no veículo sem motivo justificado;
  • Ajustar de forma incorreta o banco do veículo para o condutor;
  • Não fazer o ajuste correto dos espelhos retrovisores;
  • Apoiar o pé no pedal da embreagem quando veículo estiver engrenado ou em movimento;
  • Usar ou fazer uma interpretação errada dos instrumentos do painel do veículo;
  • Dar partida no veículo com a engrenagem de tração ligada;
  • Tentar movimentar o veículo com a engrenagem de tração em ponto neutro;
  • Cometer qualquer outra infração de natureza leve.

Dica para passar na prova prática do DETRAN

Se você está com dificuldade para passar na prova prática do DETRAN, considere fazer algumas aulas extras com o instrutor para reforçar aquilo que tem mais dificuldade.

Por vezes, somente as 25 horas/ aulas do curso prático não são suficientes. É essencial ir fazer a prova com segurança e conhecendo todo o processo. Isso faz com que o candidato fique tranquilo e não cometa infrações. Vale ressaltar que ao reprovar no exame é preciso esperar o prazo de quinze dias para remarcar um novo. Uma nova taxa é paga para a remarcação.