Habilitação para cinquentinha: Preço, onde tirar, como conseguir?

Está querendo tirar a habilitação para cinquentinha, mas ainda não sabe onde tirar, quanto custa ou como conseguir dar entrada nesse processo? Nós vamos lhe explicar tudo passo a passo nesse artigo de hoje!

Desde o momento que a notícia sobre a necessidade de habilitação para pilotar cinquentinha foi ao ar, a quantidade de pessoas querendo legalizar sua situação cresceu muito e por conta disso tem muita gente que não sabe sequer como poderá dar entrada para obter sua CNH apropriada para conduzir as motos de 50 cilindradas.

Então se essa também é sua situação, basta continuar lendo que eu irei tentar tirar as principais dúvidas, explicar como adquirir sua habilitação para cinquentinha e tudo mais. Acredito que ao final desse artigo você estará totalmente por dentro de tudo isso!

Multa para quem pilotar cinquentinha sem habilitação


A primeira coisa que você precisa saber é que é necessário possuir a habilitação sim, pois caso você seja pego pilotando esse tipo de veículo sem a Carteira apropriada, será multado e o valor da multa é altíssimo. Segundo as normas, a multa para quem conduzir cinquentinha sem habilitação será considerada gravíssima com multa agravada, que é multiplicado o valor da multa por 3, então isso significa que será um valor bem alto.

Na prática, o valor de uma multa gravíssima é de R$ 293,47 Reais, pela nova tabela de multas, portanto se multiplicarmos esse valor por 3, você poderá ter que pagar R$ 880,41 Reais de multa por conduzir sem possuir habilitação.

É um valor muito alto para quem for pego sem a CNH, ainda mais levando em conta que a maioria das pessoas que possuem as cinquentinhas são pessoas de baixa renda que optaram por esse tipo de veículo por conta do preço mais baixo e da sua economia no consumo de gasolina. Agora estão todos com riscos sérios de comprometer, praticamente, todo o seu salário mensal com o pagamento de uma multa por pilotar sem habilitação.

como tirar habilitação para pilotar cinquentinha

Habilitação para pilotar cinquentinha


O tipo de carteira apropriada para conduzir ciclomotores, como a cinquentinha, é a ACC. Poucas pessoas conhecem esse tipo de categoria de habilitação, porque ela é utilizada exclusivamente por quem vai conduzir veículos com até 50 cilindradas. Portanto esse é o tipo de habilitação que você poderá tirar.

Porém quem possui habilitação na categoria A, também pode pilotar a cinquentinha tranquilamente, então é outra opção mais apropriada ainda, porque ao tirar sua CNH nesta categoria você poderá conduzir tanto as cinquentinhas quanto outros tipos de motos com maior potência.

Então no momento de se legalizar para conduzir sua cinquentinha, você poderá escolher entre tirar apenas a ACC ou tirar a categoria A e ter a oportunidade de pilotar todos os tipos de motos legalmente. Obviamente existem algumas diferenças entre elas, como a questão do tempo necessário para tirar cada uma, mas caberá a você escolher em qual categoria pretende se habilitar. Eu, particularmente, optaria pelo habilitação na categoria A, pois é possível pilotar outras motos e não depender apenas da cinquentinha.

Preço da habilitação para cinquentinha


Por incrível que pareça, o preço para tirar a ACC, que é a habilitação para conduzir cinquentinha, custa quase o mesmo preço que você pagaria para tirar a habilitação na categoria A. Em Salvador, por exemplo, o condutor precisará gastar cerca de R$ 1400 Reais para tirar a ACC, enquanto a carteira de motorista na categoria A custa algo em torno de R$ 1540 Reais. Cada estado tem o seu próprio valor, mas geralmente fica nessa faixa de preço.

Como conseguir tirar a habilitação para cinquentinha?


Uma das principais reclamações dos proprietários das motos 50cc é que as auto escolas não estão abrindo turmas para tirar a habilitação para cinquentinha. Por conta disso, muitas pessoas não estão conseguindo se adequar a essa nova regra e estão correndo o risco de serem multas a qualquer momento. Por sua vez, as auto escolas alegam que a procura pelas aulas para tirar a ACC ainda é pequena e que por conta disso ainda não abriram novas turmas, portanto é um dilema a mais na vida no condutor.

De um modo geral, para conseguir obter sua habilitação será necessário participar das aulas na auto escola. No total, serão 20 horas de aulas teóricas e 10 horas de aulas práticas. Quase a metade exigida para tirar a habilitação A, portanto é um curso mais rápido.

O principal problema fica realmente por conta da baixa quantidade de vagas oferecidas para quem deseja tirar a CNH para cinquentinha. Em Salvador, por exemplo, o Detran liberou 200 vagas recentemente e a inscrição seria feita pela internet, porém 5 minutos após a liberação, todas as vagas já estavam preenchidas e muitos candidatos não conseguiram se inscrever.

Então o que você precisa é procurar se informar sobre as auto escolas em sua cidade que estão oferecendo o curso para tirar habilitação de cinquentinha. A tendência é que a procura pelo curso aumente bastante a partir de agora, então acredito que as auto escolas passarão a oferecer com maior assiduidade esse tipo de curso.

habilitação para cinquentinha

Vale a pena tirar habilitação ACC para cinquentinha?


Se formos analisar pela questão da necessidade de se tornar um condutor legalizada, com certeza compensa bastante tirar a habilitação ACC atualmente, afinal se você não tira-la, ficará impedido de conduzir o seu veículo. Então é uma necessidade real e fundamental para continuar circulando livremente pelas ruas com sua cinquentinha.

Porém se analisarmos pela questão do preço e da versatilidade, eu acredito que será mais viável investir esse dinheiro na obtenção da habilitação categoria A ao invés de tirar a ACC para conduzir ciclomotores. É obvio que será preciso investir um pouco mais de dinheiro em alguns estados e passará mais tempo nas aulas, porém você ficará legalizado e poderá pilotar outros tipos de motos também.

Enfim, a escolha é totalmente sua e aqui nesse artigo eu quis apenas lhe mostrar como está a situação atual e como tirar a habilitação para cinquentinha, já que essa ainda é uma dúvida enfrentada por muitos condutores que foram surpreendidos com essa nova lei que passou a valer a partir de 1 de Novembro de 2016.

Vale a pena ler também: