Habilitação gratuita 2017: Como tirar?

Se você está querendo saber como fazer sua inscrição para tirar a habilitação gratuita 2017, fique ligado nas dicas que vamos dar aqui e continue acompanhando nosso site!

Desde 2011 quando foram criados os programas voltados para a habilitação de graça para pessoas de baixa renda, milhares de brasileiros conseguiram realizar o sonho de ter sua primeira CNH ou trocar de categoria, portanto foi um programa muito bom que é realizado anualmente em alguns estados brasileiros. Infelizmente não são todos os estados que possuem programas do tipo, então é preciso analisar para saber se há a possibilidade de tirar a habilitação gratuita em seu estado.

Aqui eu irei falar um pouco mais sobre como tirar habilitação gratuita em 2017 e várias outras informações úteis para se preparar o quanto antes!

Como funciona a habilitação gratuita – CNH Social 2017?


Se por fazer a habilitação gratuitamente você tem alguma vergonha, tenha em mente que participar de programas de inclusão social implantados pelo Governo é um direito seu e de todos, pois é a obrigação do Governo implantar programas que levem a melhoria de vida da sociedade, seja através da renda, moradia, lazer ou mesmo capacitação profissional, portanto não deve ter um mínimo de vergonha.

O programa CNH Social foi implantado em 2011, e embora ainda não consiga atender a todos os Estados brasileiros, funciona muito bem nos Estados em que atua. Nos Estados em que o programa estiver disponível, é necessário que a população siga algumas regras básicas, como:

  • O programa é totalmente gratuito, a autoescola não pode em momento algum cobrar por qualquer taxa do candidato matriculado no programa. Já as apostilas de estudo, não estão inclusas no valor dos cursos, portanto a compra da mesma é opcional para o candidato.
  • A segunda regra, consiste na seleção dos candidatos para se qualificarem para o programa da habilitação gratuita. É necessário se cadastrar pela internet e aguardar a divulgação online. Que sai em uma espécie de listão de aprovados.
  • Por último, mas não menos importante, fica a comprovação da veracidade das informações preenchidas pelo candidato no momento da inscrição online, portanto fique atento para não errar. As vagas são distribuídas de acordo com cada categorias de habilitação, como: Primeira Habilitação, Adição de categoria e Mudança de categoria.

Habilitação gratuita 2017

O que preciso para fazer a habilitação gratuita 2017?


Um dos pontos mais importantes para ser qualificado para fazer a habilitação gratuita, é ser pertencente a uma família de baixa renda e que já participe de outros programas sociais como por exemplo o bolsa família. No mais, os requisitos você confere abaixo:

  • O candidato deve ser maior de 18 anos;
  • O candidato deve saber ler e escrever;
  • A renda familiar deve ser de até 2 salários mínimos;
  • O candidato deve estar desempregado há mais de 1 ano;
  • Ser beneficiário de programas sociais como o Bolsa Família;
  • Ser estudante em rede pública com bom desempenho escolar;
  • Estar inscrito no CadÚnico.

Esses são os principais requisitos, mas é possível que existam alguns outros aleatórios. O programa de CNH Social 2017 não beneficia apenas aos que querem fazer a primeira CNH, mas também a todos aqueles que desejam classificá-la. É de extrema importância verificar as informações e os requisitos para cada tipo de inscrição oferecidas pelo programa.

Leia também: Habilitação grátis pelo Sest Senat

Qual a documentação necessária para fazer a habilitação gratuita?


Afim de evitar que muitas pessoas que não dependam do programa oferecido pelo Governo Federal para obter a Carteira Nacional de Habilitação, sejam beneficiadas com este serviço, alguns documentos para a comprovação de renda, residência e situação cadastral são solicitados no momento da inscrição e também são exigidos após a aprovação. A documentação necessária é:

  • Documento oficial com foto RG, CTPS ou Reservista (original e cópia);
  • CPF (original e cópia);
  • Comprovante de residência ou endereço (original e cópia);
  • Certidão de Casamento, Declaração de União Estável ou de Divórcio (original e cópia).

A relação dos documentos solicitados é possível encontrar também no espaço destinado para a CNH Social ou CNH Popular no site do Departamento de Trânsito (Detran) de seu Estado.

Para acessar o site do Detran de seu Estado, acesse o link a seguir, que leva para o Denatran, que mostra os respectivos sites, basta escolher o seu e procurar pela CNH Social/CNH Popular: http://www.denatran.gov.br/index.php/links-gerais.

Como fazer a inscrição para a habilitação gratuita 2017?


As inscrições para o programa CNH Social 2017 serão divulgadas em datas diferentes de acordo com o Estado. A primeira fase das seleções ocorrem no site do Detran do Estado em que você reside. Até lá, é possível você verificar juntamente ao Detran do seu Estado, quando estarão abertas as inscrições para o programa CNH Social, e então fique de olho no calendário e não deixe passar a oportunidade de você conseguir a sua CNH gratuita em 2017.

Uma vez que as inscrições estejam abertas, o procedimento para se inscrever é simples e você confere abaixo:

  • Acesse o portal do Detran do seu Estado e encontre a opção CNH Social ou CNH Popular;
  • Clique na opção e siga as instruções de inscrições que aparecem no site, preenchendo o formulário;
  • Após concluir o seu cadastro, os seus dados serão avaliados para confirmar se você realmente se encaixa nos requisitos para participar do programa CNH Social.
  • Agora basta aguar a divulgação dos resultados no próprio site do Detran na data que é previamente especificada no edital do programa.

Vale ressaltar que nem todos os Estados brasileiros possuem o programa CNH Social, porém não custa nada ficar ligado no site do Detran do seu Estado, para então saber se o seu Estado já começou a ser beneficiado pelo programa do Governo Federal.

Dentre os Estados conhecidos que participam do programa da CNH Social (habilitação gratuita) estão: Espírito Santo, Maranhão, São Paulo, Rio Grande do Sul e Pernambuco.

O número de estados participantes tem tendência a crescer conforme acontecem novas edições do programa, para que possa atender cada vez mais uma parcela maior da população.

Vale a pena ler também: