GNV vale a pena?

Você que saber qual o combustível que é mais econômico? Neste texto vamos falar se o GNV vale a pena.

O Gás Natural Veicular (GNV) é um combustível alternativo que é bastante usado em frota de táxi, carros de aplicativos, caminhonetes, vans e etc.

Por ser socialmente viável e mais econômico que o etanol e a gasolina, este combustível tem sido escolhido por muitos motoristas que buscam economia e possuem preocupação ambiental.

Além disso, o GNV também tem propriedades que aumentam a vida útil do motor do veículo, já que é não é suscetível às mudanças na composição.

O GNV e o meio ambiente


O GNV é o tipo de combustível que menos polui o meio ambiente enquanto é obtido, produzido e transportado.

Durante a produção do GNV, os poços não causam degradação na paisagem, pois as instalações são de pequeno porte.

Além do mais, por ser um gás seco não há poluição dos recursos hídricos em caso de haver vazamento. Já a obtenção do GNV também é mais fácil, já que não há a etapa de refinamento.

Enquanto ao transporte, o GNV é transportado por gasodutos, que são subterrâneos e por terminais de recepção de gás, que geralmente estão localizados em zonas indústrias ou portuárias.

Não há a geração de fumaça, barulho ou tráfego rodoviário e as emissões poluentes também são reduzidas, principalmente em relação aos gases que causam o efeito estufa.

Desse modo, o GNV é uma alternativa que também é adotada como uma forma de conter as emissões de poluentes proveniente dos veículos.

Usar GNV vale a pena?


O GNV foi muito popular no Brasil há alguns anos e, em alguns estados, como no Rio de Janeiro e parte do Nordeste ainda é bastante usado.

Por conta da economia e sustentabilidade, o GNV tem voltado a ser bastante popular como uma alternativa ao diesel e à gasolina.

Mas, na prática, vale ter um veículo a GNV vale a pena? A resposta para essa pergunta depende de fatores como:

  • A região que você mora, pois ainda que boa parte do país seja abastecido com GNV, há localidades que não possuem postos com infraestrutura para a disposição do gás.
  • Os benefícios fiscais e descontos tributários desse combustível;
  • Tecnologia de injeção de gás utilizada no propulsor;
  • O preço do m³ do gás natural das bombas.

No caso de sua região ser servida por postos que podem fazer o abastecimento do GNV, o uso desse combustível é uma vantagem.

Há estados, como o Rio de Janeiro, que oferecem ao motorista incentivos para carros abastecidos com Gás Natural Veicular.

No Rio de Janeiro, o incentivo é que o IPVA seja de 1,5% do valor do carro. Enquanto que um automóvel flex recolhe 4%.

Outro fator importante a ser considerado diz respeito ao preço. Enquanto que nos postos cariocas o preço do litro da gasolina chega passar de R$ 5,00, o do GNV fica em torno de R$ 2,30 o m³.

Em relação ao consumo do GNV no veículo, depende muito do tipo de motor e o dispositivo instalado. Entretanto, na maioria dos veículos é possível conseguir uma economia que varia numa média de 50% a 65%.

Assim, levando em conta o preço do m³ do GNV que costuma ser quase a metade do da gasolina e também mais barato que o etanol, este combustível é uma alternativa que possui muitas vantagens.

Essa economia se maximiza quando o condutor utiliza bastante o carro, que é o caso de quem Exerce Atividade Remunerada (EAR), como taxista ou motorista de carro de aplicativo ou ainda aqueles condutores que fazem viagens frequentes ou moram distante de seus trabalhos. Isso porque, a instalação do kit de gás sai em torno de R$ 3.000,00 a R$ 6.000,00.

Agora que você já sabe se usar GNV vale a pena, pondere suas necessidades e o quanto você utiliza seu carro antes de fazer a instalação do kit gás. Os impactos ambientais desse combustível que é tido como mais limpo também deve ser levado em consideração.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *