Como saber se o carro foi de leilão?

Não é raro comprar um carro usado e na hora de revendê-lo o proprietário descobrir que ele é um veículo proveniente de leilão. Neste texto iremos lhe ensinar como saber se o carro foi de leilão?

Muitos dos veículos de segunda mão que estão à venda são provenientes de leilões. Mas, é importante ressaltar que isso não quer dizer, obrigatoriamente, que o veiculo possui qualidade inferior.

Isso porque, os carros de leilão podem ser tão bons (e até melhores) que qualquer outro veículo seminovo que esteja à venda. Entretanto, o que leva às pessoas a terem preconceito com carros de leilões é a possibilidade dos veículos serem recuperados de roubos, furtos, acidentes e apreensão das autoridades em geral ou até mesmo por não estarem de acordo com as normas previstas no Código de Trânsito Brasileiro (CTB).

Assim, se você comprou um veículo e o vendedor não falou que a origem do mesmo era de leilão, você tem direito de pedir o amparo de um advogado para dar entrada a um processo judicial.

Leia também: Veículo recuperado de furto consta no documento?

Como saber se o carro foi de leilão

Como verificar se o carro é de leilão?


Há como saber se o carro foi de leilão a partir de um serviço de perícia automotiva que informa detalhes da vida útil e histórico do veículo.

Esse serviço é disponível em postos presenciais e também em sites na internet. Basta você buscar no Google as palavras chaves “como verificar se o carro é de leilão“, que diversos serviços que fazem a busca pela placa vão aparecer.

O que preciso saber ao comprar um carro de leilão?


Seja em um leilão direto ou uma revendedora de veículos usados, se você está pensando em comprar um veículo proveniente de leilão, o mais recomendado é fazer uma busca para atestar se há algum tipo de situação que possa afetar a vida útil do mesmo.

Como sabemos que a compra de um veículo, na maioria das vezes, é uma grande conquista na vida de uma pessoa, em casos de compras provenientes de leilão, é imprescindível está bem informado sobre todas as condições e transmites.

Esta atitude diminui os riscos de que você entre em uma grande roubada. Confira os principais pontos para se levar em consideração:

  1. A compra de um veículo de leilão, muitas vezes, apresenta como desvantagem a depreciação por conta de algum reparo que já foi feito no veículo;
  2. Toda compra possui risco. Contudo, se o carro tiver um bom histórico e estiver em boas condições, certamente, sua compra será mais segura;
  3. Caso o vendedor não seja honesto com você da proveniência do carro, desconfie, pois pode haver algo errado com o mesmo;
  4. Em caso de você comprar o carro diretamente em leilões, por oferecerem valores até 35% inferiores que os praticados no mercado, é preciso considerar as despesas obrigatórias e a documentação para saber se a compra vai compensar;
  5. Em casos de comprar diretas em leilão você não vai poder testar antes de comprar, apenas fazer a verificação visual antes do leilão. Por isso, é importante atentar à pintura, lataria, vidros, pneus, bancos e demais acessórios e, de preferência, vá com um mecânico de sua confiança avaliar o carro. Não esqueça também de anotar o número da placa, pois com essa informação você pode fazer a consulta do histórico do veículo.

Agora que você já sabe como saber se o carro foi de leilão, é preciso analisar com cautela se vai ser um bom negócio este investimento.

Vale ressaltar, que se você está querendo vender um carro de leilão, o mais recomendado é ser honesto com o comprador sobre a procedência do veículo, já que ele pode descobrir posteriormente e entrar com uma ação judicial contra você por se sentir prejudicado.

Vale a pena ler também: