Como calibrar pneu de moto

Você está em dúvida de como calibrar pneu de moto? Neste texto vamos falar sobre isso!

Os pneus da motocicleta precisam de calibragem para que a segurança do condutor e passageiro.

Fazer a calibragem regularmente prolonga a vida útil do pneu, além de economizar em manutenções e reparos, já que forçar o veículo a se locomover com a calibragem irregular força outros componentes, como os amortecedores, por exemplo.

Se ao dirigir, o motociclista sentir o pneu traseiro escorregando para um dos lados quando anda em linha reta, este é um aviso para fazer a calibragem.

Nos postos de combustível, é sempre possível fazer a calibragem, que deve ser feita com os pneus frios. Já que quando o pneu está aquecido e em contado com o piso a pressão do ar interno aumenta, o que a faz com que a bomba identifique uma pressão maior e a calibragem seja feita de forma errada.

Por isso, é preciso esperar alguns minutos depois de desligar o motor.

É comum que no manual do proprietário do veículo ou na tampa do tanque de combustível constem as informações relacionadas a como calibrar pneu de moto e a periodicidade dessa manutenção.

Em geral, recomenda-se fazer a calibragem dos pneus da motocicleta de três a quatro vezes por mês.

A calibragem costuma ser diferenciada para o motorista que anda sozinho ou com passageiro e de acordo com o tipo de estrada que vai conduzir.

A calibragem perfeita para cada tipo de situação

Em estrada de barro é indicado que a calibragem do pneu baixa, em torno de 15 lbs.

Ao fazer a calibragem dessa forma, o pneu vai ficar com a aparência de murcho. Contudo, a aderência ao solo vai ser maior, o que facilita a condução. Esta calibragem é a ideal para circuitos de motocross.

Já se você pretende fazer uma viagem mais longa por vias asfaltadas, a calibragem dos pneus precisa ser mais alta, em torno de 35lbs.

Isso porque, quanto mais cheio o pneu menor será o esforço que o motorista vai precisar fazer e também maior será a economia do combustível e a velocidade a ser atingida.

Entretanto, não é indicado encher o pneu além do necessário, pois se isso ocorrer, eles vão ficar muito duros e absorver menos os impactos de ondulações e buracos no asfalto.

Para andar em vias urbanas, a calibragem fica em torno de 30 lbs se o motorista for andar sozinho. Já se for andar com passageiro, a calibragem é em média de 32 lbs.

O ideal é encontrar a calibragem correta para o modelo da motocicleta e as condições das vias em que a moto vai ser usada.

A durabilidade do pneu

Outro ponto que é preciso estar atento para a segurança e boa condução é em relação à vida útil do pneu.

Este fato depende de diversos fatores, como as condições das estradas, potência do motor (quanto maior a potência, maior o desgaste) e a forma como o motorista dirige, em relação a arrancadas, freios e curvas.

Quando os sulcos do pneu estiverem sem profundidade, o que torna a superfície emborrachada lisa, chegou a hora de fazer a troca dos pneus.

Isso porque, esses sulcos servem para escoar a água em pisos molhados, evitando que a motocicleta perca a aderência principalmente durante as frenagens, causando a aquaplanagem, que um dos principais fatores de riscos para acidentes.

Se a moto for pouco usada, ainda que os pneus não estejam muito gastos, o mais indicado é que eles sejam trocados a casa cinco anos. Isso porque, após esse período a borracha resseca e enrijece, o que diminui a aderência ao asfalto, podendo causas derrapagens.

Agora que você já sabe como calibrar pneu de moto, não descuide desse cuidado essencial para a sua segurança e também para prolongar a vida útil dos pneus e outros componentes da motocicleta.

 

Vale a pena ler também: